Melhores Livros de Meg Cabot

Os melhores livros de Meg Cabot levam os leitores a viajarem por histórias envolventes e muito divertidas.

Melhores Livros de Meg Cabot de 2021

O Diário da PrincesaO Diário da PrincesaMelhor livro de Meg Cabot adaptado ao cinema35% OFFR$ 35,90 na Amazon
Tamanho 42 Não é GordaTamanho 42 Não é GordaDo fundo do poço a uma vida cheia de aventuras47% OFFR$ 28,94 na Amazon
A Mediadora: A Terra das SombrasA Mediadora: A Terra das SombrasUma narrativa divertida e sobrenatural67% OFFR$ 16,24 na Amazon
O Garoto da Casa ao LadoO Garoto da Casa ao LadoSuspense, comédia e romance em uma narrativa envolvente25% OFFR$ 41,41 na Amazon
O garoto está de voltaO garoto está de voltaUm romance adulto que vale a pena ler53% OFFR$ 23,25 na Amazon
Cabeça de VentoCabeça de VentoRomance, fama e muita emoção nessa narrativa52% OFFR$ 23,90 na Amazon
Victoria e o PatifeVictoria e o PatifeMelhor romance histórico de Meg Cabot36% OFFR$ 31,92 na Amazon
Ela Foi Até o FimEla Foi Até o FimUma mulher de sucesso que agora tem que lutar pela sua vida amorosa33% OFFR$ 36,63 na Amazon
A garota americanaA Garota AmericanaUm romance divertido e inteligente31% OFFR$ 34,47 na Amazon
Pegando FogoPegando FogoUm jogo de mentira e uma decisão crucial a ser tomada66% OFFR$ 16,92 na Amazon

Quem é Meg Cabot?

A autora nasceu nos Estados Unidos em fevereiro de 1967 e, tem mais de 70 livros publicados ao longo da sua carreira.

O seu público alvo são principalmente as mulheres, assim como as protagonistas das histórias românticas que escreve.

Alguns dos livros da autora, como as séries “A Mediadora” e “Desaparecidos” são verdadeiros sucessos.

Mas existem muitos outros que são extremamente renomados e que vale a pena conhecer também.

Então, se você quer explorar essa autora, veja a seguir quais são os melhores livros de Meg Cabot para começar a ler agora mesmo.

1. O Diário da Princesa

Melhor livro de Meg Cabot adaptado ao cinema

O diário da princesa (Vol.1 O diário da princesa)

  • Capa comum: 288 páginas
  • Editora: Galera; 37ª edição (11 janeiro 2002)

O primeiro livro dessa série de livros de Meg Cabot fez enorme sucesso pela adaptação cinematográfica realizada da Disney. O filme encantou muita gente e continua fazendo sucesso até hoje.

Nas páginas desse livro, o leitor conhece Mia Thermopolis, aparentemente uma adolescente comum, com uma vida semelhante à dos outros jovens da sua idade.

No entanto, ela recebe uma notícia que modifica completamente a sua vida de uma hora para a outra.

Ela sabe que sua mãe engravidou de um homem com quem teve um caso. E Mia só vê o pai às vezes, como nas férias e no Natal. Ele não tem outros filhos.

Mas, de repente, Mia descobre que o seu pai é um príncipe e, que ela é a futura herdeira do trono de Genóvia.

Sendo assim, ela é uma verdadeira princesa e o seu nome é Amelia Mignonette Grimaldi Thermopolis Renaldo.

Mas apenas mudar o nome não basta, agora Amelia deveria aprender a se comportar como uma princesa de verdade.

Então ela deixa a escola e a cidade em que morava e passa a ter aulas de boas maneiras com a sua avó.

Agora ela ficou famosa e é constantemente abordada por paparazzis. Mas a sua história está longe de ser um sonho.

Esse é um livro mágico e divertido, que vai conquistar todas as jovens que sempre sonharam em ser princesas.

2. Tamanho 42 Não é Gorda

Do fundo do poço a uma vida cheia de aventuras

Tamanho 42 não é gorda: 1

  • Capa comum: 416 páginas
  • Editora: Galera; 9ª edição (9 agosto 2006)

Nessa obra Meg Cabot traz a primeira aventura da sua personagem Heather Wells, que foi escrita para quem gosta do gênero chick lit.

Heather é uma cantora de música pop que está vivendo um momento muito ruim na sua carreira e na vida pessoal.

Ela chegou ao fundo do poço e, agora não há nenhuma gravadora que se interesse pelo seu trabalho.

A sua vida pessoal também está uma bagunça. Ela engordou e somente as roupas tamanho 42 lhe servem.

O seu pai está preso e a sua mãe foi embora para Buenos Aires levando todas as suas economias e, também o seu agente.

Então Heather muda de vida e consegue um trabalho comum, como inspetora em uma escola. Mas mal sabe ela que isso vai mudar a sua vida para sempre.

Quando um crime acontece, ela passa a viver uma vida cheia de adrenalina e aventuras. Mas isso pode ser não apenas perigoso, como também potencialmente fatal.

3. A Mediadora: A Terra das Sombras

Uma narrativa divertida e sobrenatural

A mediadora: A terra das sombras (Vol. 1)

  • Capa comum: 286 páginas
  • Editora: Galera; 21ª edição (30 abril 2004)

Esse é um dos melhores livros de Meg Cabot, que possui uma narrativa diferenciada e, uma personagem principal pouco comum.

Suzannah parece ser uma adolescente como qualquer outra, mas ela é capaz de ver e se comunicar com fantasmas.

E a sua missão de vida é conseguir auxiliar as almas a encontrarem o seu caminho e a conseguirem descansar em paz.

No entanto, para ela é difícil fazer com que as outras pessoas, principalmente sua mãe e seus professores, compreendam os motivos dos eventos estranhos que acontecem na sua vida.

Depois que sua mãe se casa novamente, a família se muda para a Califórnia, onde Suze acredita que tudo vai ficar bem melhor.

No entanto, eles vão morar em uma casa bem antiga, que é assombrada. Mas dessa vez, a jovem vai ser conquistada pelo fantasma ao invés de ser assustada.

4. O Garoto da Casa ao Lado

Suspense, comédia e romance em uma narrativa envolvente

O garoto da casa ao lado

  • Capa comum: 400 páginas
  • Editora: Galera; 8ª edição (16 março 2004)

Entre os melhores livros de Meg Cabot, “O garoto da casa ao lado” é diferente pela forma em que é escrito: como mensagens de e-mail.

A protagonista, Melissa Fuller, é uma mulher comum. Uma jornalista de celebridades que deve perder o seu emprego em breve.

Ela está sempre atrasada para o trabalho e não consegue fazer as coisas da forma correta. E agora o seu chefe também duvida do seu comprometimento. Até a sua melhor amiga está preocupada com as suas atitudes nos últimos tempos.

No entanto, agora ela está atrasada por um motivo real: precisou socorrer Helen Friedlander, sua vizinha de oitenta anos.

A idosa entrou em coma depois de sofrer um golpe na cabeça. O ocorrido foi devido a um atentado misterioso.

Será que isso daria uma boa matéria para o jornal? Mas para convencer o seu editor a fazer a publicação, Mel teria que falar com o sobrinho da vítima, Max Friedlander.

O rapaz teoricamente deveria cuidar dos animais de estimação da idosa. Mas Mel nem desconfia que na verdade ela conheceu John Trent, que está fingindo ser Max por um tempo.

Então quando a jornalista precisa entrevistar o rapaz, começam os seus problemas de verdade.

5. O Garoto Está de Volta

Um romance adulto que vale a pena ler

O garoto está de volta

  • Capa comum: 352 páginas
  • Editora: Galera; 1ª edição (27 junho 2017)

Nesse livro, Meg Cabot traz mais um dos seus romances adultos. Devido a um grande escândalo, uma estrela do golfe agora está de volta à sua cidade, à sua família e, também ao primeiro amor da sua vida.

Reed Stewart deixou seus maiores conflitos e problemas comuns de uma cidade pequena quando foi embora de Bloomville para se tornar um profissional de golfe famoso e rico.

No entanto, uma postagem na internet mudou o rumo da sua vida e trouxe à tona várias inseguranças dos tempos em que ele era jovem.

Becky Flowers era seu amor antigo, que agora parecia ter superado esse relacionamento e ter se tornado uma excelente profissional da área de realocação de idosos.

O desejo dela era o de nunca mais precisar nem olhar para Reed, mas ele está de volta e a família a contratou para ajudar com a mudança dos seus pais.

6. Cabeça de Vento

Romance, fama e muita emoção nessa narrativa

Cabeça de vento (Vol. 1)

  • Capa comum: 320 páginas
  • Editora: Galera; 3ª edição (9 junho 2010)

Emerson Watts não tinha nenhum interesse na inauguração da Stark Megastore no SoHo. Mas ele ficou responsável por levar a sua irmã mais nova, que era apaixonada por um artista pop famoso que distribuiria autógrafos na ocasião.

Nikki Howard, o rosto dos produtos Stark e modelo também estaria no local. Devido à sua fama, isso deixou muitos jovens agitados.

Assim, havia uma grande multidão no local. No meio dos muitos que queriam ver os famosos, estava um grupo de manifestantes que se colocaram contra à inauguração. Isso porque o monopólio da Stark estava provocando sérios problemas ao comércio local.

Mas em meio a tudo isso, como ela poderia saber que o momento mudaria a sua vida definitivamente?

Depois de um grave acidente, ela já não é mais a mesma. E agora como ela ia fazer para que o seu melhor amigo a notasse?

Como poderia ela saber que sua vida mudaria por completo nesse momento? Após um acidente terrível, – em que já não era nenhuma rainha do baile – não é mais a mesma.

O que ela não esperava era que Nikki Howard havia chegado para ficar.

7. Victoria e o Patife

Melhor romance histórico de Meg Cabot

Victoria e o patife

  • Capa comum: 256 páginas
  • Editora: Galera; 1ª edição (20 fevereiro 2017)

Esse é um dos melhores livros de Meg Cabot, que conta com uma peculiaridade: é um romance histórico.

Na narrativa, o leitor conhece Victoria, uma jovem de 16 anos que é mandada para Londres para buscar um marido.

No entanto, durante a própria viagem ela conhece aquele que parece ser o dono do seu coração: Hugo Rothschild, o nono Conde de Malfrey.

A história parece ótima e feliz, até que o capitão do navio, Jacob Carstairs começa a interferir no relacionamento entre os dois jovens.

Por que ela não poderia escolher o seu amado? Por que o capitão não a deixava em paz? Será que Hugo teria algum segredo que não pudesse ser revelado?

8. Ela Foi Até o Fim

Uma mulher de sucesso que agora tem que lutar pela sua vida amorosa

Ela foi até o fim

  • Capa comum: 400 páginas
  • Editora: Galera; 2ª edição (7 abril 2010)

Lou Calabrese alcançou o sucesso e agora se tornou uma roteirista muito famosa. Ela já escreveu uma série de roteiros de ação excelentes, sendo que um deles foi até vencedor de um Oscar.

No entanto, a sua vida pessoal não vai tão bem quanto a profissional. Agora o seu namorado, um ator famoso, resolveu trocar a roteirista pela protagonista do filme.

Então agora Lou está decidida a esquecer o seu relacionamento passado. Não importa o quanto isso custe para ela. E pode ser até que ela consiga encontrar o seu verdadeiro amor ao longo do seu caminho.

9. A Garota Americana

Um romance divertido e inteligente

A garota americana (Vol. 1)

  • Capa comum: 352 páginas
  • Editora: Galera; 14ª edição (30 setembro 2004)

Samantha Madison é uma jovem comum, que tem o hábito de fazer listas de 10 coisas favoritas. Isso inclui filmes, garotos mais bonitos da escola e, também os motivos que fazem com que ela esteja com problemas.

Mas um belo dia ela salva o presidente dos Estados Unidos de um possível assassinato e se transforma em uma verdadeira heroína.

Esse é um dos melhores livros de Meg Cabot porque traz uma narrativa divertida e muito inteligente, que fala sobre vontades, medos e problemas comuns vivenciados por jovens.

10. Pegando Fogo

Um jogo de mentira e uma decisão crucial a ser tomada

Pegando Fogo

  • Capa comum: 304 páginas
  • Editora: Galera; 4ª edição (26 janeiro 2009)

Katie Ellison é uma grande mentirosa e, agora ela é responsável por guardar um segredo sobre o seu melhor amigo, Tommy.

Alguns anos antes ele provocou um grande problema e, então foi embora da cidade para evitar mais conflitos.

No entanto, agora ele está de volta e Katie precisa decidir se vai continuar mentindo e mantendo as aparências ou, se vai falar a verdade e conviver com as consequências disso.

Conclusão

Meg Cabot é uma autora bastante diversificada, que já escreveu histórias empolgantes de vários estilos e temáticas, voltadas para pessoas de várias faixas etárias.

Os seus livros em geral são interessantes, divertidos e possuem uma linguagem acessível e bastante fácil de ler.

Geralmente os livros prendem o leitor, fazendo com que termine a história rapidamente. Isso deixa essas obras ainda mais interessantes.

Então, agora que você já sabe quais são os melhores livros de Meg Cabot, só precisa decidir qual vai ler primeiro.

Sobre o Autor: Fernanda Campos de Medeiros

Bióloga mestre em biotecnologia e apaixonada pelas ciências médicas. Apesar da formação também ama ler e escrever sobre temas variados e por isso trabalha há mais de dois anos como redatora.

Deixe um comentário