Melhores Livros de Jorge Amado

Os melhores livros de Jorge Amado são obras clássicas da literatura nacional que são renomadas e premiadas. O autor está entre os mais famosos de todos os tempos e, por isso, os seus livros foram traduzidos em diferentes línguas, além de ganhar adaptações para o cinema, teatro e televisão.

No ano de 1994 a obra recebeu o Prêmio Camões. E mesmo não sendo natural de Salvador, ele foi essencial para a popularização da cultura da cidade, uma vez que a retratava nas suas obras.

Fenômenos de vendas, existem vários livros de Jorge Amado que merecem atenção, e falaremos dos principais neste texto.

Então não perca nenhuma parte. Boa leitura!

Melhores Livros de Jorge Amado em 2022

O País do CarnavalO País do CarnavalPrimeira Publicação de Jorge Amado35% OFFR$ 38,80 na Amazon
Capitães de AreiaCapitães de AreiaO Livro de Jorge Amado Mais Famoso30% OFFR$ 29,94 na Amazon
Gabriela Cravo e CanelaGabriela Cravo e CanelaMelhor Livro de Jorge Amado com Crítica de CostumesR$ 579,00 na Amazon
Tieta do AgresteTieta do AgresteMelhor Livro de Jorge Amado Adaptado para Cinema e Televisão46% OFFR$ 49,81 na Amazon
Dona Flor e Seus Dois MaridosDona Flor e seus Dois MaridosLivro de Jorge Amado que Ganhou Duas Adaptações para o Cinema56% OFFR$ 39,90 na Amazon
A Morte e a Morte de Quincas Berro D’ÁguaA Morte e a Morte de Quincas Berro D’ÁguaSegundo Livro Mais Vendido de Jorge Amado49% OFFR$ 22,88 na Amazon
Mar MortoMar MortoUm dos Livros Mais Envolventes de Jorge Amado46% OFFR$ 32,52 na Amazon
O sumiço da SantaO Sumiço da SantaLivro Considerado Místico34% OFFR$ 52,87 na Amazon
Tenda dos MilagresTenda dos MilagresMelhor Livro de Jorge Amado Sobre a Cultura Baiana39% OFFR$ 41,51 na Amazon
O Gato Malhado e a Andorinha SinhO Gato Malhado e a Andorinha SinháMelhor Livro de Jorge Amado para o Público Infantil35% OFFR$ 34,19 na Amazon

Quem foi Jorge Amado?

Jorge Amado é um autor baiano que nasceu no dia 10 de agosto de 1912 na cidade de Itabuna. Ele viveu durante muito tempo na cidade de Salvador, a qual amou e replicou nas suas obras.

E foi justamente lá que ele faleceu em 6 de agosto de 2001. Durante a sua carreira, se consagrou como um dos principais autores modernistas.

A sua primeira obra foi publicada em 1931, com o título de “O País do Carnaval“. No entanto, foi apenas com “Jubiabá” que o autor foi mais reconhecido internacionalmente.

Muito envolvido com a política, Jorge Amado esteve em meio a conflitos, chegando a ser preso durante um evento no qual teve mais de mil exemplares do seu livro queimados em praça pública.

Uma das maiores particularidades da escrita de Jorge Amado diz respeito ao regionalismo e à denúncia social que o autor faz questão de realizar.

Em muitas das suas obras, ele retrata o povo cacaueiro, que é bastante típico da cidade de Ilhéus, onde passou algum tempo da sua vida.

Nas obras muitas vezes o autor retratou personagens femininas fortes e bem marcantes, como “Dona Flor e Seus Dois Maridos“, por exemplo.

Deve-se salientar ainda que Jorge Amado escreveu em diferentes estilos narrativos. Por isso, você deve escolher calmamente entre eles.

Quais são os melhores livros de Jorge Amado?

Os livros de Jorge Amado são obras do gênero romance, biografia e memórias, peças teatrais, poemas, contos e até livros infantis, capazes de agradar a qualquer tipo de leitor. Por isso, é ideal que você escolha com calma uma que combine com o seu estilo.

Apresentaremos a seguir os melhores livros de Jorge Amado.

1. O País do Carnaval

Primeira Publicação de Jorge Amado

O país do carnaval

  • Editora: ‎Companhia das Letras; 1ª edição (25 março 2011)
  • Idioma: ‎português
  • Capa comum: ‎176 páginas

Esse livro está em primeiro lugar dessa nossa lista justamente porque ele foi a primeira publicação do autor.

No ato do lançamento da obra em 1931, o autor tinha somente 18 anos. Apesar de jovem, a escrita já dava sinais da genialidade.

No romance o leitor se depara com Paulo Rigger, que é filho de um rico fazendeiro de cacau.

O jovem acaba de retornar da Europa, onde estudou direito em Paris durante sete anos. A princípio ele passa alguns dias no Rio de Janeiro, mas depois vai a Salvador.

No entanto, como ele se adaptou a uma cultura diferente da brasileira, agora não consegue mais compreender o que acontece no país, especialmente no carnaval.

Ele passa a defender a ideia de que o carnaval serve para deixar as pessoas completamente alienadas. Então, descontente, o rapaz deixa o Brasil e retorna para a Europa.

O conteúdo da obra é rico, mas repleto de críticas. Não é à toa que houve repressão em relação a esse livro.

2. Capitães de Areia

O Livro de Jorge Amado Mais Famoso

Capitães da areia

  • Editora: ‎Companhia de Bolso; Edição de bolso (11 fevereiro 2009)
  • Idioma: ‎português
  • Capa comum: ‎280 páginas

Lançado em 1937, esse não é apenas um dos melhores livros de Jorge Amado, como é o mais conhecido entre todos eles.

Por isso, é o mais vendido de todos os tempos, mesmo tendo causado bastante impacto na ocasião do seu lançamento.

Durante o Estado Novo, o autor sofreu com o autoritarismo e a censura. Por isso, essa foi uma das obras queimadas em praça pública.

No livro, a história gira em torno de um grupo de meninos de rua que viviam na rua, próximo ao Porto de Salvador.

Capitães de areia” é o nome que faz alusão ao grupo de meninos que roubavam para sobreviver em meio à capital baiana.

Mas como todo ser humano, os jovens possuem carências e ambições. E o autor consegue expor muito bem isso no romance que promete mexer com o emocional do leitor.

3. Gabriela Cravo e Canela

Melhor Livro de Jorge Amado com Crítica de Costumes

Gabriela, Cravo e Canela 100 Anos - 1912-2012

  • Editora: ‎Dom Quixote (1 janeiro 2012)
  • Idioma: ‎português

Em 1920, a cidade de Ilhéus era um dos maiores polos de exportação do cacau. Com isso os fazendeiros se tornavam cada vez mais ricos e poderosos.

E Nacib era um comerciante sírio que prosperava cada vez mais com isso. Mas então, ele se apaixona pela linda Gabriela.

No entanto, ele não é o único homem a se apaixonar pela retirante que foi para a cidade em busca de uma vida mais próspera.

Assim Gabriela vai trabalhar para Nacib e acaba se tornando a sua mulher. Por meio dessa personagem, Jorge Amado mostra ao Brasil como o país passou por uma mudança de costumes na época.

O romance foi muito aclamado e ganhou o país e o mundo, tendo sido inclusive adaptado para a TV e cinema.

4. Tieta do Agreste

Melhor Livro de Jorge Amado Adaptado para Cinema e Televisão

Tieta do Agreste

  • Editora: ‎Companhia das Letras; 1ª edição (27 março 2009)
  • Idioma: ‎português
  • Capa comum: ‎656 páginas

Tieta é uma moça muito bonita, que morava em Santana do Agreste e trabalhava como pastora de cabras.

Ela gostava muito de namorar homens de qualquer tipo. Ela não tinha limites, então quando a sua irmã a delata para o pai, ele a expulsa de casa.

Nessa ocasião ela vai embora da cidade e retorna apenas depois de vinte e cinco anos como uma mulher bem mais madura, que agora estava casada com um homem muito rico.

Agora ela ajuda as pessoas da sua cidade, levando eletricidade para o local.

Mas aos poucos as pessoas foram descobrindo que a moça era na verdade uma prostituta que viera a se tornar cafetina.

“Tieta do Agreste”, é um maravilhoso livro de romance que foi adaptado para a televisão e para o cinema, estando sempre entre os mais vendidos e melhores livros de Jorge Amado.

5. Dona Flor e seus Dois Maridos

Livro de Jorge Amado que Ganhou Duas Adaptações para o Cinema

Dona flor e seus dois maridos

  • Editora: ‎Companhia das Letras; 1ª edição (10 março 2008)
  • Idioma: ‎português
  • Capa comum: ‎488 páginas

Flor e Vadinho se conheceram em um evento muito sofisticado, no qual a moça entrou com o auxílio do seu tio.

No entanto, a sua mãe gostaria que as filhas se casassem com homens ricos. Mas Vadinho era um homem desandado, mulherengo e safado.

Mas Vadinho morre e Flor começa a ensinar culinária e conhece Teodoro, um homem rico e que lhe proporciona conforto.

E é então que Vadinho aparece para ela em vários momentos. A mulher então percebe que juntos os seus dois maridos proporcionam tudo o que ela precisava.

Esse é um dos melhores romances de Jorge Amado e também um dos mais conhecidos, que inclusive foi adaptado para o cinema duas vezes.

6. A Morte e a Morte de Quincas Berro D’Água

Segundo Livro Mais Vendido de Jorge Amado

A morte e a morte de Quincas Berro D'água

  • Editora: ‎Companhia das Letras; 1ª edição (10 março 2008)
  • Idioma: ‎português
  • Capa comum: ‎120 páginas

Entre os melhores livros de Jorge Amado, esse é o segundo mais vendido, no qual o leitor encontra a história do funcionário público Joaquim, que resolve deixar o emprego e a família para viver a boemia.

A morte do ponto de vista social é a primeira de Quincas Berro D’Água. A sua segunda morte foi a física, que se deu quando ele tinha 60 anos e foi encontrado no seu quarto.

Seus parentes decidem então dar-lhe um enterro digno. Mas os seus companheiros de bebedeira vão ao funeral, levam o morto embora e saem passeando com ele pela cidade.

Quando o colocam em um barco, o homem cai na água. Essa foi a terceira vez em que ele morreu, e o seu nome veio justamente desse evento.

7. Mar Morto

Um dos Livros Mais Envolventes de Jorge Amado

Mar morto

  • Editora: ‎Companhia das Letras; 1ª edição (10 março 2008)
  • Idioma: ‎português
  • Capa comum: ‎288 páginas

Esse é um dos melhores livros de Jorge Amado, que leva o leitor a um mergulho profundo pelas suas páginas.

Nele, os protagonistas são o médico Rodrigo e a professora Dulce, que tentam despertar a consciência política do povo do Cais do Porto.

Nessa obra, o autor se dedica a mostrar muito bem as entidades do candomblé, que é tão popular entre as pessoas da Bahia.

Nesse livro pode-se perceber ainda uma mitologia em relação à Iemanjá, conhecida como a Rainha do Mar.

Na época de publicação desse livro, Salvador era um local muito movimentado e no seu cais aconteciam muitas coisas, sejam elas boas ou ruins.

A adaptação televisiva desse livro foi denominada como “Porto dos Milagres” e fez bastante sucesso.

8. O Sumiço da Santa

Livro Considerado Místico

O sumiço da santa

  • Editora: ‎Companhia das Letras; 1ª edição (4 março 2010)
  • Idioma: ‎português
  • Capa comum: ‎432 páginas

Quando a cidade estava pronta para dar início a um festival de arte sacra e receber a imagem da Santa Bárbara, tudo parecia bem.

Mas logo após o desembarque a santa sumiu sem deixar vestígios, deixando as autoridades indignadas e preparadas para recuperar a imagem perdida a qualquer momento.

E tudo ficou ainda mais tenso após a chegada de uma equipe televisiva da França que queria fazer uma reportagem a respeito da cultura da Bahia.

Em meio à trama da obra, o livro trata da mestiçagem cultural, bastante típica do Brasil, e foi inclusive classificada pelo próprio autor como sendo uma história de feitiçaria.

9. Tenda dos Milagres

Melhor Livro de Jorge Amado Sobre a Cultura Baiana

Tenda dos milagres

  • Editora: ‎Companhia das Letras; 1ª edição (8 setembro 2008)
  • Idioma: ‎português
  • Capa comum: ‎320 páginas

A tenda dos milagres é uma tipografia que fica na ladeira do Taboão, da qual Lídio Corró é o dono. Inclusive, a ladeira do Taboão existe até os dias atuais, fazendo a ligação entre o comércio e o Pelourinho.

Mas falando sobre a trama, Lídio Corró fazia pintura de quadros que retratavam milagres de santos.

Pedro Archanjo, por sua vez, era um homem inteligente que auxiliava as pessoas com a sua cultura afro. Ele era um grande defensor da cultura negra, em meio a um Brasil que se tornava cada vez mais racista.

A tipografia “tenda dos milagres” funciona como local comum para os praticantes do candomblé e da capoeira de Angola.

Uma curiosidade desse romance é que o autor nomeia alguns personagens com o nome de figuras reais.

10. O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá

Melhor Livro de Jorge Amado para o Público Infantil

O gato malhado e a andorinha Sinhá

  • Ilustrador: Carybé
  • Idade de leitura: ‎a partir de 9 anos
  • Editora: ‎Companhia das Letrinhas; 1ª edição (1 agosto 2008)
  • Idioma: português
  • Capa comum: ‎128 páginas

“O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá” é um dos melhores livros de Jorge Amado, sendo uma obra dedicada às crianças e jovens em geral.

Inicialmente o autor não pensava em publicar a obra, mas depois que o seu filho solicitou as ilustrações de Carybé, a publicação aconteceu

Na narrativa, conhecemos os dois animais, que possuem um amor um tanto quanto temperamental.

Com isso, eles dão início a uma bela amizade que leva o leitor a se envolver e se sentir tocado sentimentalmente pela história.

Como fábula, esse livro traz o belíssimo ensinamento de que até mesmo dois indivíduos completamente diferentes conseguem viver em harmonia. Assim, essa é uma obra perfeita para as crianças.

Conclusão

Jorge Amado é um dos escritores mais conhecidos e aclamados da literatura brasileira, que traz obras extremamente envolventes e interessantes.

Com a sua forma de fazer críticas, ele consegue dizer muito ao leitor, além de expor e exaltar maravilhosamente a cultura baiana.

Sendo assim, você não pode deixar de aproveitar ao máximo os conhecimentos que oferecem os melhores livros de Jorge Amado.

Sobre o Autor: Fernanda Campos de Medeiros

Bióloga mestre em biotecnologia e apaixonada pelas ciências médicas. Apesar da formação também ama ler e escrever sobre temas variados e por isso trabalha há mais de dois anos como redatora.

Deixe um comentário